quinta-feira, 28 de junho de 2012

Nova cirurgia

Fui operada novamente no passado dia 25 no Hospital da Prelada. Fiz cirurgia para remover o expansor e colocar a prótese. Quando fui para o hospital estava convencida que já me iriam reduzir a outra mama mas, não. Apenas me colocaram a prótese. Fiquei super desanimada mas depois percebi. Primeiro entendi mal e depois percebi a explicação que me deram. Esta nova mama tem de estabilizar, desinchar para verem como vai ficar só depois então é que reduzem à outra mama. Se fizessem agora corriam o risco de não ficar igual. Perguntei à médica para quando a nova cirurgia ao qual ela me respondeu daqui a dois meses. Lá para Setembro conto ser operada novamente. Mais uma cirurgia, mais uma anestesia, mais dores, mais drenos mais, mais... No espaço de ano e meio já fiz três cirurgia e não ficam por aqui como eu esperava e desejava. Mas é assim que tem de ser para que tudo fique bem. Quanto ao resultado da cirurgia não estou muito satisfeita. Ontem pela primeira vez vi-me ao espelho e não gostei. A mama está achatada, fora do seu lugar habitual, inchada, a cicatriz está amarela e esponjosa. Para além disso está bem mais pequena. Não me consigo habituar! Não me identifico pois sempre tive o peito grande!


É claro que ainda é cedo para ver os resultados que eu queria pois, não me posso esquecer que afinal fui operada à pouco tempo. Vamos lá ver como vai ficar. Segunda-feira vou fazer o penso e espero tirar o dreno que é tão incomodo e que me doí no local onde está colocado. Nessa altura vou colocar toda esta minha desilusão à minha médica que é uma querida


Se ela me disser que vai ficar ainda mais pequena vou ficar triste. Eu até queria umas mamocas mais pequenas mas não muito.
 Custa-me a dormir pois estou sempre na mesma posição. Para além disso como estou a fazer o desmame da medicação da noite custa-me imenso a adormecer.  Acordo várias vezes durante a noite. É muiiiiiito aborrecido!


terça-feira, 19 de junho de 2012


  1. Ajudem por favor




     O Mateus era uma criança normal ( alegre, traquina, carinhoso, a alegria da nossa casa) até ao passado dia 16 de fevereiro. Nesse dia, tudo mudou. O Mateus teve uma convulsão que demorou cerca de 2 horas a ser controlada pelos médicos do Hospital São Sebastião.
    Todos os exames médicos efetuados nesse dia e nos dias seguintes não mostravam nada de anormal. As análises que foram efetuadas mostravam que o Mateus não estava doente, mas o seu estado clinico não. Nos dias seguintes o estado do Mateus agravou-se de tal forma que deixou de conseguir respirar sozinho e por volta das 23:00 horas do dia 21 de fevereiro foi-lhe induzido o coma  feita a transferência para os cuidados intensivos do Hospital Maria Pia ( às23h desse dia foi a última vez que ouvi o meu filho a chamar Mamã).
    No dia 16 de março, após ter sido levantado o coma, foi-lhe retirado o ventilador e ele recomeçou a respirar por ele próprio, durante todo este tempo foram realizados dezenas de exames ao Mateus mas apenas a Ressonância mostra lesões no cérebro, todos os outros exames indicam que está tudo normal.
    No dia 25 de maio festejou o seu terceiro aniversário e como prenda teve direito a saborear a sua guloseima preferida mousse de chocolate.
    Neste momento, e apesar dos médicos pensarem que ele poderia ficar confinado a uma cama, sem poder falar, comer, sentar, andar, etc, o Mateus já consegue comer, sorrir, rir, tenta brincar com as mãos, vê o "Ruca" com atenção, senta-se com apoio de uma cadeira própria e, com muita dificuldade e raramente diz mãe, mano não é.
    Todos estes progressos do Mateus têm provado que ele é um lutador e que quer recuperar e voltar a ser o menino brincalhão, traquinas, alegre, dançarino, corredor, refilão que era antes de todo este pesadelo.
    Hoje, dia 16 de junho, passaram 4 meses de sofrimento e, começa o processo de reintegração do Mateus em casa pois, os médicos acham que ele pode recuperar melhor no seu ambiente familiar e, eu concordo plenamente com eles.
    Se por um lado voltar a casa vai ajudar bastante por outro, existem condicionantes que podem interferir na sua  recuperação pois são necessários tratamentos de neuro-fisioterapia, terapia da fala, terapia ocupacional, etc, e também diversos equipamentos para o dia-a-dia do Mateus ( cadeira para banho, cadeira de rodas, cadeira de automóvel, cadeira de posicionamento, standing frame,  talas para endireitar os membros etc) equipamentos estes que por serem muito especiais se tornam demasiado dispendiosos e nós pais não conseguiremos comprar algum deste material para permitir ao Mateus lutar contra a doença e proporcionar-lhe alguma  qualidade de vida, uma vez que a aquisição dos mesmos ultrapassa os vinte mil euros.
    Relembro que ainda não há diagnóstico para a doença do Mateus mas, vamos procurar por todos os meios que nos forem possíveis obter uma resposta mas não podemos, ao mesmo tempo, deixar de ajudar na recuperação do nosso menino. Por isso peço a todos os que queiram ajudar o Mateus a vencer esta luta e a ter um bocadinho mais de qualidade de vida, divulguem esta mensagem junto dos vossos amigos.
    O seu contributo com uma "gotinha" basta para nos ajudar a criar este oceano de esperança!

    Obrigada a todos por tudo o que fizeram e seguramente continuarão a fazer por nós e pelo Mateus

    Cláudia Dias Ferreira

    NIB 0035 0558 00041861000 88
    IBAN PT50 0035 0558 00041861000 88
    BIC SWIFT CGDIPTPL

domingo, 10 de junho de 2012


Como combinei.... Cá estou!

Como combinado aqui estou eu para dar novidades. A operação do meu filhote correu bem graças a Deus! O Dr. Eduardo Cardoso do Hospital Privado da Boa Nova é excelente alias, todas as pessoas foram impecáveis.

 O serviço lá é 5 estrelas. O pós operatório foi complicado nos primeiros dois dias. Tinha  bastantes dores de garganta sobretudo quando acordava. Praticamente não comia começo ontem e hoje já a comer quase sem dificuldades e praticamente já não tem dores e o melhor de tudo a apneia de sono foi-se. 
Quanto a mim o meu coração de mãe está mais sereno, as tensões anda um pouco mais altas mas está tudo controlado. 
Estou apenas com uma otite aguda devido aos meus problemas de sinusite. Já estou medicada com antibiótico. O médico do meu filhote fez o favor de me observar e medicar. 

Ontem fui levar mais uma injeção na barriga.  Na terça-feira vou fazer os exames pré- operatórios na Prelada pois dia 25 sou operada novamente. Ainda este mês tenho consulta da mama no i.p.o. (dia 18). Sexta -feira o meu pequenito tem a consulta no otorrino para ver se está tudo ok. 

domingo, 3 de junho de 2012

Tu és mais forte - Boss AC (ao vivo no Toca e Foge)

Olá minhas amigas(os), ja há muito tempo que cá não vinha e muitas coisas se têm passado até ao momento. Já tive a minha consulta de plástica e vou ser operada novamente dia 25 de Junho.
 Dia 12 já vou fazer os exames do pré-operatório.
Tive também a corrida da mulher no dia 20 de Maio. Foi fantástico adorei. Ver todas aquelas mulheres de luta é lindo.



Tenho também  ando numa luta para poder obter mais 7% para juntar aos meus 60% de incapacidade para, ficar com o meu carro pago. Tenho já 40% de incapacidade por psiquiatria mas, não posso entregar isso senão fico sem carta. Estou a tentar agora por ortopedia pois eu tenho problemas na coluna e na cervical mas, não está a ser fácil. Isto deixa-me tão nervosa que nem imaginam.
Outra coisa é o meu filhote. Ele anda a fazer apneia de sono constante. Por este motivo vai ser operado com uma certa urgência.
Quarta-feira já vai ser operado no Hospital Privado da Boa Nova. O meu coração dói. Sei que vai ser o melhor para ele mas coração de mãe sabem como é. Ás vezes sinto-me a ir a baixo mas tenho de ser forte pelos meus filhotes! Gerir todas estas emoções quando a nível psicológico ainda estou tão fragilizada não é nada fácil. Mas tem de ser. Prometo vir aqui mais vezes para atualizar o blog. Em breve dou novidades.