segunda-feira, 6 de junho de 2011

Nunca me vou esquecer de quem me ajudou
 Quando descobri a minha doença fiquei completamente desorientada sem saber o que fazer e a pensar se a vida valia a pena e porquê isto me estava a acontecer a mim.
Tive sempre o apoio do meu marido,da minha família, das minhas grandes amigas da escola e de outras pessoas. Estive sempre rodeada de pessoas que me queriam bem.
No entanto eu necessitava de alguém que entendesse bem aquilo que eu estava a passar.
Alguém que já tivesse passado pela doença ou estivesse a passar. Alguém que falasse a mesma linguagem entendem?
Então comecei a pesquisar na net testemunhos de pessoas que tivessem cancro.
Encontrei duas pessoas: a Margarida Faro no blog Mamas à Lupa e o blog da Virna Soledade.
A Margarida é de Portugal a Virna do Brasil.
Entrei em contacto com elas por mail a explicar que  tinha cancro da mama e que estava desesperada.
Tive logo resposta das duas a darem-me apoio. A Margarida ao ver o meu desespero deu-me os seus contactos telefónicos dizendo que ficava à espera do meu telefonema.
Eu não queria incomodar mas sentia-me desesperada! Então resolvi telefonar.
A Margarida foi muito minha amiga. Perdeu imenso tempo comigo ao telefone a ouvir-me e a explicar-me algumas coisas. Também me contou como tudo lhe aconteceu.
Senti que tinha alguém que realmente entendia o meu sofrimento. Alguém que também já tinha sofrido como eu. A Margarida acompanhou-me sempre ligando-me e dando-me sempre o seu apoio.
Comecei a utilizar mais o facebook que até à data nunca o tinha feito. Pesquisei lá também testemunhos sobre o cancro e descobri o mural Sobrevivi ao cancro.
Lá apareciam testemunhos de pessoas que tinha tido cancro. Pedi amizade a algumas pessoas. Descobri gente fantástica: a Anabela Gouveia, a Celta Sun, a Fernanda Parello ( que agora trato por minha mamã), a Fernanda Deodato, ....
Todas estas pessoas me deram o seu apoio incondicional. Foram fantásticas!
Fui para a minha cirurgia e quando voltei eu estava numa tristeza profunda. Passada uns dias fui ao meu facebook e coloquei no meu mural uma frase muito triste. A Margarida quando viu, mandou-me uma mensagem de apoio e disse-me que ela tinha no facebook um grupo fechado de pessoas, que já tinham tido cancro e outras que ainda estavam na luta contra o mesmo.Perguntou-me se eu queria entrar. Eu disse que sim. Foi logo adicionada ao grupo Gang da Mama que é pura e simplesmente fantástico. As meninas do Gang da Mama deram-me muito, muito apoio. Ajudaram-me sempre nesta caminhada muito dura. Deixo aqui um beijinho muito grande para todas elas.
À Margarida deixo um beijinho e um xi coração muito apertado e a mensagem de que nunca me vou esquecer o que fez por mim obrigada.
Através do Gang descobri uma amiga a Ana Camões que mora aqui perto de mim. Também ela estava a travar luta contra o malvado. Fui ter com ela e estivemos a conversar a tarde toda! E foi com ela que eu criei este blog. Foi muito bom vim de lá mais leve! Obrigada Ana beijinhos grandes!
 Ela emprestou-me um livro para eu ler ( tenho a foto aqui no mural) que me tirou algumas dúvidas.
Falei também sempre muito com a Maguie, a benfiquista da minha vida que é uma querida e falei também muito com a Cinda. Ela é pura e simplesmente fantástica. Uma mulher com uma energia!!!
Com a Armanda também falei algumas vezes que muita calmamente me deu o seu apoio e carinho.
Obrigada a todas beijocas grandes!
Com as outras pessoas a quem eu tinha pedido amizade continuei, a manter contacto quer pelo facebook quer por contacto telefónico.
Um dia resolvi criar um grupo também ele fechado com o mesmo nome do meu blog. Convidei todas as minhas amigas fora do Gang da Mama a entrarem no grupo. Foi das melhores coisas que já fiz. O grupo Eu e o Cancro é fantástico. Um beijinho enorme para todas elas!!!
Já agora passem pelos blogs: mamas à lupa, a vida não é fácil, eu vou vencer,testemunho de uma vida.
Vão ler testemunhos de mulheres valentes que venceram o cancro.